ArtigosThe Sims 5

The Sims 5: O Novo Mundo Aberto

O retorno do mundo aberto no The Sims 5 é algo muito esperado pelos Simmers.

Quando falamos sobre The Sims, nós não estamos apenas falando sobre os Sims em si, mas também o local onde eles vivem. As vizinhanças, ou mundos, como você preferir chama-los, são uma característica de grande importância na franquia desde o lançamento do primeiro jogo no ano 2000, e seu papel para o desenvolvimento dos Sims e também das histórias que são contadas pelos jogadores foi se tornando cada vez maior.

A cada nova geração do The Sims, nós vimos as vizinhanças mudarem. Nós vimos o ambiente ao redor dos nossos pequenos seres virtuais ganharem mais vida, e também relevância. O impacto que as vizinhanças passaram a exercer sobre a experiência final do jogador já não era mais o mesmo do primeiro jogo, já não se tratava mais dos Sims e os lotes onde viviam, mas de todo um cenário que estava a disposição para ser explorado e aproveitado.

Hoje, levando em consideração todos esses importantes aspectos de melhorias que o The Sims proporcionou em cada uma de suas sequências, é que nós iremos falar sobre potenciais ideias de vizinhanças para o The Sims 5, e como ela pode vir a funcionar, e para adiantar um pouco… nossas ideias parecem bastante divertidas!

O Novo Mundo Aberto do The Sims 5

Se tem uma coisa que todos concordam que o The Sims 5 não pode deixar de ter, é o mundo aberto. O sistema de vizinhança livre, que permite aos jogadores circularem para todos os lugares sem qualquer tela de carregamento, foi introduzido pela primeira vez no The Sims 3, sendo um dos carros chefe do jogo.

The Sims 5: O Novo Mundo Aberto

O mundo aberto foi um um dos principais recursos que tornaram a terceira geração do The Sims um enorme sucesso, e todas as pessoas que puderam desfrutar dele simplesmente amaram o conceito! Porém, ainda que ele tenha sido um recurso tão elogiado, ele não era perfeito, e haviam algumas coisas que precisavam ser melhoradas, sendo que ao menos parte dessas melhorias… chegaram, mas no The Sims 4.

The Sims 5: O Novo Mundo Aberto

Ainda que no The Sims 4 não houvesse mais o mesmo conceito de mundo do The Sims 3, sendo que nele as vizinhanças são menores, com áreas de recreação abertas, mas com telas de carregamento entre lotes, a quarta geração trouxe algumas características que o mundo aberto do The Sims 3 era muito carente, que era o nível de pequenos detalhes.

As vizinhanças do The Sims 4 possuem uma quantidade de pequenos detalhes muito maior que as vizinhanças do The Sims 3, e o motivo para isso se deve a forma como o mundo é criado, que abusa da utilização de objetos para a composição do ambiente, o que o torna tão diferente da terceira geração, até utilizava certos objetos para compor o cenário, mas nem tanto.

Compare algumas coisas básicas: na imagem a esquerda, do The Sims 3, nós temos a rua, e essa rua é exatamente a mesma utilizada em todas as outras vizinhanças. Já no The Sims 4, na imagem a direita, nós também temos uma rua, mas ela é apenas UMA das muitas ruas existentes no jogo, porque no The Sims 4 há milhares de estilos de ruas diferentes. A rua do The Sims 3 tem um aspecto mais liso, parece um tapete, enquanto a rua do The Sims 4 possuem calçadas com alto relevo.

Isso sem mencionar que no The Sims 4 existe um cuidado a mais na hora de posicionar determinados objetos em áreas específicas, como plantas, existentes em uma área de grama incorporada à calçada, e até mesmo hidrantes e pequenos mini postes ao fim da rua, ao lado de uma faixa de pedestres personalizada, que só existe nessa vizinhança.

Ainda que os mundos do The Sims 4 não seja aberto, eles ousaram em ambientação, trazendo à franquia uma dinâmica visual que havia sido mais explorada nas versões de consoles do jogo.

The Sims 5: O Novo Mundo Aberto

Não se esqueçam do Pacote de Jogo The Sims 4 Reino da Magia, que adicionou ao The Sims 4 o conceito de ilhas flutuantes, algo que nunca tinha sido feito até então na franquia The Sims, e que se encaixou muito bem com a proposta mágica do pacote.

A expansão Vida na Cidade, por exemplo, trás um mundo que fica no alto de uma estação de trem, e ao redor temos toda uma cidade que, embora não seja acessível, adiciona uma profundidade de ambiente vista bastante promissora.

The Sims 5: O Novo Mundo Aberto

Apesar dos pequenos detalhes incríveis que estejam presentes nos mundos do The Sims 4, isso não quer dizer que o The Sims 3 também não possua mundos bonitos, ou que não hajam detalhes nos mesmos, muito pelo contrário. Os mundos do The Sims 3, embora não utilizem a mesma quantidade de objetos para composição do mundo, também possui aspectos visuais incríveis..

Eu sempre digo que, os mundos do The Sims 3 são muito mais bonitos quando vistos de longe. Visão panorâmica sempre foi algo bastante funcional na terceira geração. Enquanto isso, eu acho o The Sims 4 mais bonito e imersivo de perto, sendo que visões panorâmicas não é algo que funciona tão bem nele.

The Sims 5: O Novo Mundo Aberto

Para descomplicar as coisas, tanto o sistema de mundo do The Sims 3, quanto o sistema de mundo do The Sims 4, possuem prós e contras. Cada um deles possuem características importantes que são essenciais para criar a ambientação definitiva e ideal. O problema é que essas características estão separadas em jogos diferentes, e esse é o grande fator limitante da questão.

Imaginem se para o The Sims 5, nós pegássemos o mundo aberto do The Sims 3, os pequenos detalhes dos mundos do The Sims 4, e incorporássemos essas duas características em algo ainda muito maior e ousado? É justamente sobre isso que falaremos agora, o que realmente interessa!

Conhecendo o mundo aberto do The Sims 5

Que o sistema de mundo do The Sims 5 será aberto como no The Sims 3, nós já sabemos (idealizamos). Mas o que ele teria de realmente novo? Qual seria a sua principal diferença dos jogos anteriores? Qual seria o conceito?

Talvez, pelo menos parte desse conceito esteja no passado, ainda no primeiro jogo da franquia The Sims.

Quando o The Sims 1 foi lançado originalmente, nós tínhamos apenas uma pequena vizinhança composta por 10 lotes. Mas aí quando chegou o seu quinto Pacote de Expansão, o The Sims O Bicho Vai Pegar, aquela vizinhança pequenininha que conhecíamos cresceu, e do nada ganhamos mais 30 novos lotes, novos locais para se visitar, e novos vizinhos para conhecer.

Essa expansão de vizinhança levou os jogadores na época a loucura, principalmente porque já fazia um certo tempo que muitos estavam reclamando da falta de lotes disponíveis para se construir e visitar, porque até então só era possível pegar um táxi e ir para alguns dos lotes disponíveis no centro da cidade, da expansão The Sims Encontro Marcado.

O sistema de expansão de vizinhança foi uma atitude ousada, e que funcionou muito bem na época. Isso tão é verdade que, a princípio, os produtores do The Sims 4 também haviam cogitado expandir os mundos existentes, tudo em um único mapa, mas no fim eles acharam que seria melhor para este jogo separar as vizinhanças por mapas diferentes.

The Sims 5: O Novo Mundo Aberto

O conceito de mundo aberto do The Sims 5

O meu conceito de mundo para o The Sims 5 é, basicamente, um mapa único, não apenas enorme, mas em constante expansão. Imagine todas se todas as cidades do jogo estivessem disponíveis em um só lugar, e você pudesse trafegar livremente entre elas?

Imagine que você viva em uma vizinhança de clima temperado e que seja abundante em água, só que em uma região mais afastada, há um local desértico que abriga uma cidade extremamente árida? Como seria trafegar entre esses dois locais? O que haveria entre esses dois ambientes são diferentes? Como seria as diferenças visuais no ponto de meio termo entre essas regiões? Como a vegetação mudaria de um estilo específico, para um estilo misto, até alcançar o outro estilo específico de uma outra área?

Essas regiões, diferenças de vegetação e de clima podem ser vistas como um bom exemplo com o jogo de mundo aberto “Horizon Zero Dawn”. Percebam as diferenças visuais em cada ponto do mapa. Na medida em que uma área há muito gelo e neve, da outra há um imenso deserto que fica nas proximidades de uma floresta tropical. Esse conceito de mundo poderia funcionar no The Sims 5.

The Sims 5: O Novo Mundo Aberto

Agora pensem em um mundo em completa expansão, onde novas regiões e cidades são adicionadas gradualmente, com novos ambientes para se explorar, e novos recursos de jogabilidade para experimentar.

The Sims 5: O Novo Mundo Aberto

A proposta de um mapa grande e em constante expansão tornaria possível novos meios de locomoção, em que poderíamos pegar o nosso carro e fazer literalmente uma grande viagem, passando por diversas outras cidades e pontos turísticos, ou até mesmo utilizar objetos voadores como aviões, para chegarmos mais rápido em nosso destino.

Ai ai… isso realmente parece um sonho, não é? Mas e se esse sonho se tornasse uma realidade? Por mais utópico que possa ser, ainda mais atualmente, a ideia de um mundo em constante expansão já foi discutida pelos produtores da Maxis (estúdio que desenvolve o The Sims), e acredito que apenas esse conceito poderia superar de verdade as experiências que já vimos antes, algo que realmente daria um aspecto real de grandiosidade a uma franquia que mais do que nunca, merece uma revitalização deste nível.


E assim, chegamos ao fim da nossa segunda parte de ideias para o The Sims 5.

Se você ainda não leu a primeira parte, que fala sobre ideias para um novo sistema de personalidade, clique abaixo!

SimsTime

Como editor do SimsTime, o meu trabalho por aqui é trazer diariamente notícias, novidades e informações relacionadas ao mundo Simmer, mantendo todos sempre bem informados!

2 Comentários

  1. Ousado e tentador, a idéia de um mundo em constante expansão permitiria uma experiência moderna até para o padrão dos jogos populares atuais… O que mais me preocupa é o hardware dos jogadores de The Sims. Acredito que parte do sucesso do The Sims 4 veio de sua incrível otimização e possibilidade de jogar em um computador simples. Uma saída que eu tomaria na posição de comando de produção do jogo seria manter a qualidade das vizinhanças, com muitos detalhes, objetos e colecionáveis; acrescentar pontos de eventos (semelhante aos do vida na cidade) em que possa haver eventos mensais; além disso acrescentaria um mapa contínuo, porém em 2D com vizinhanças selecionáveis, semelhante ao mapa atual, porém ao invez de selecionar os mundos em circulos, eles apareceriam como continuação, podendo arrastar, a seleção seria a partir das vizinhanças, não mais por lotes, e a disposição de lotes por distrito seria mais camuflada, semelhante as vizinhanças do ilhas tropicais, onde lotes reais e decorativos se perdem no gameplay. A quantidade de lotes por vizinhança se manteria, de 2 – 5 lotes, visando o desempenho; e a cada nova DLC o mundo aumenta, aos que não compraram a DLC a parte que aumentou fica coberto por nuvens. Com esse sistema de selecionar apenas a vizinhança no mapa abriria uma nova possibilidade, o multiplayer. Além da mudança interativa na galeria (compartilhar lotes e cômodos pelo modo construção e vizinhanças inteiras, abrindo pelo mapa) o multiplayer nessas vizinhanças sem load permite que 2 – 5 jogadores consigam jogar juntos em locais específicos do mapa, como se fossem pontos de encontro; exemplo: Eu e meu primo estamos jogando offline com nossas respectivas famílias, nós dois estamos online (checamos isso pela galeria, onde somos amigos) então abro o mapa, arrasto o mapa, clico em uma vizinhança com um ícone se internet; após carregar eu convido meu amigo por um botão acoplado ao chat, imediatamente uma notificação aparece ao celular dos sims dele, e ele aceita. Então todos se encontram lá, em uma praia onde não tem modo construção, nem controle de tempo, apenas interações entre sims e um chat para os jogadores conversarem. Essa é minha visão de como o mundo funcionaria no The Sims 5 ideal.

  2. Eu me lembro até hoje de como eu fiquei empolgada quando lançou o trailer de the sims 3 e eu vi que poderíamos ir a qualquer lugar a qualquer hora. Fiquei encantada com todas as possibilidades. Seria incrível se o mundo aberto realmente fosse um mundo com países, estados, cidades e pessoas diferentes com traços especiais em cada região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo