ArtigosThe Sims 3The Sims 4

Por Que o The Sims 4 Não Tem Mundo Aberto? Saiba o Real Motivo

A princípio, não tem nada a ver com questões de desempenho ou para que o jogo "fique mais leve".

Se tem uma coisa que até hoje muitas pessoas não se conformam sobre o The Sims 4 é o fato do jogo não ter mundo aberto como no The Sims 3. A falta deste recurso, que foi tão importante na geração passada, faz com que muitas pessoas não vejam o The Sims 4 como um verdadeiro sucessor do The Sims 3.
Muitos afirmam até hoje que a falta do mundo aberto no The Sims 4 faz com que sua jogabilidade seja menos impactante e imersiva, e também muito mais engessada. Tudo isso não é pra menos, pois deixar um mundo aberto sem telas de carregamento e entrar em um mundo semi-aberto em que é preciso carregar individualmente cada lote foi um grande baque.

Mas afinal, por que o The Sims 4, que tecnicamente é o sucessor do The Sims 3, não tem um recurso tão revolucionário como o mundo aberto, quando na realidade ele não só deveria ter, como ter feito ainda melhor? A resposta por traz disso pode ser reveladora para alguns de vocês.

Por Que o The Sims 4 Não Tem Mundo Aberto? Saiba o Real Motivo

Conceitos Básicos

Um dos principais motivos que muitas pessoas apontam para justificar a falta do mundo aberto no The Sims 4 é a questão do desempenho. Tecnicamente falando, um mini-mundo semi aberto, menor que os mundos do The Sims 3, e que ainda por cima possui telas de carregamento entre lotes individuais, seria muito mais leve do que um mundo aberto enorme e com milhares de Sims sendo executados ao mesmo tempo, o que obviamente não deixa de ser verdade.

O The Sims 4 é um jogo mais pesado que o The Sims 3. Ele exige mais memória, mais processador e mais placa de vídeo para funcionar bem, e a principal razão por trás disso são as funções de multi-tarefa e principalmente gráficas, pois o jogo possui efeitos visuais mais avançados do que sua versão anterior.

O grande X da questão é que, embora o The Sims 4 exija mais recursos e seja um jogo mais pesado, ele tem uma coisa que o The Sims 3 não tem, que é a otimização. Quando falamos em otimização no The Sims 4, não nos referimos a mundos semi-abertos com telas de carregamento entre lotes, nós estamos falando diretamente sobre programação. O The Sims 4 não só é mais bem programado, como também toda a sua estrutura é mais preparada para receber novos conteúdos.

Atualmente, o The Sims 4 já possui 8 expansões, 8 pacotes de jogo e 16 coleções de objetos, e seu desempenho geral continua excelente. Já o The Sims 3, com 8 expansões, já sofria com diversos problemas de desempenho e uma incrível quantidade de lags.



A Verdade

A grande verdade é que a falta de mundo aberto não tem a ver com questões estritas ao desempenho, mas sim porque o The Sims 4 foi feito originalmente para ser um jogo online, e seus lotes instanciados (que são carregados individualmente) foram alterados para single-player pouco antes do grande desastre envolvendo o SimCity.

The Sims 4 Beta
Versão de Desenvolvimento do The Sims 4, quando o jogo era online.

O jogo seria totalmente online, e de última hora, faltando menos de 2 anos para seu lançamento, os produtores decidiram que ele deveria ser um jogo totalmente offline como o The Sims 2 e The Sims 3, e boa parte do jogo teve que ser redesenvolvido.

Não, não tem nada a ver com desempenho. Mundo aberto não é sinônimo de mal desempenho. Atualmente, existem milhares de jogos de mundo aberto que funcionam muitíssimo bem, e isso é um grande chamariz para vendas. Os lotes do The Sims 4 eram instanciados e carregavam individualmente porque é isso que geralmente se usa em um jogo multiplayer. Isso permitiria que várias pessoas fossem donas de determinados lotes e as pessoas pudessem visitar os lotes de cada jogador. Essa é a razão pela qual o mundo do jogo é semi-aberto e os lotes precisam ser carregados um por vez. É basicamente uma herança, um resquício de quando o jogo era totalmente online. Até hoje o The Sims 4 armazena em seu arquivo executável várias informações da época em que era um jogo online, como informações sobre quantidade de jogadores, login e sincronização, horário em tempo real, e outros dados que fazem referência a um jogo multiplayer.



Logo do The Sims 4 Olympus. O plumbob seria o jogador principal, e o azul seria outro jogador.

É por causa de tudo isso que o The Sims 4 foi lançado sem progressão de história, pois ele não foi pensado para ser um jogo em que se joga sozinho. É por isso que não haviam bebês no lançamento, e os adolescentes são tão parecidos com Sims adultos. A falta do Criar-um-Estilo também tem a ver com o fato do jogo ser feito originalmente para ser online, pois seria muito complexo e pesado ter que sincronizar texturas personalizadas para tantos jogadores ao mesmo tempo.

Os problemas do The Sims 3 e sua questão relacionada ao mal desempenho não tem relação ao mundo aberto, mas sim porque houve um momento em que o jogo passou a ser desenvolvido por duas equipes completamente diferentes, em estúdios localizados em cidades diferentes. Isso criava um desencontro na forma como o jogo era programado, e isso fez com que o The Sims 3 fosse perdendo cada vez mais desempenho conforme novas expansões fossem lançadas, a cada momento por um estúdio distinto.

Os problemas do The Sims 4 como sua grande falta de conteúdo no lançamento, e também a falta de mundo aberto, basicamente é tudo sobre falta de organização e planejamento. Mudanças bruscas de direção no desenvolvimento e incertezas sobre o que fazer ou não.

O Futuro

Muitas pessoas acreditam que o The Sims 5 será ainda pior que o The Sims 4, mas será mesmo que teremos um efeito cascata? O The Sims 1 foi um sucesso, o The Sims 2 foi um hit, o The Sims 3 foi um sucesso estrondoso. Não é porque uma versão do jogo não deu tão certo e teve um lançamento ruim que isso se estenderá para a sua próxima versão.

Os produtores possuem a mais plena consciência do quão áspero foi o lançamento do The Sims 4 e todas críticas pesadas que o jogo recebeu, tanto da imprensa especializada quanto também no público, algo que é refletido até hoje na comunidade.

O The Sims 4 serviu como um grande aprendizado para a Maxis e seus produtores, e embora muitos recursos do jogo tenham demorado para vir devido ao timing de desenvolvimento, eles sentiram na pele o que é correr atrás para adicionar tudo o que o jogo precisava ao mesmo tempo que lidava com uma enorme pressão.

Se a equipe de desenvolvimento do The Sims 5 sabe desde o início de seu desenvolvimento para que direção ir, de modo com que não ocorram alterações bruscas como aconteceu na época em que o The Sims 4, podemos esperar um bom jogo, com mundo aberto (eles sabem que retirar este recurso foi um erro), e que principalmente, deixe a comunidade bastante feliz e satisfeita.

SimsTime

Como editor do SimsTime, o meu trabalho por aqui é trazer diariamente notícias, novidades e informações relacionadas ao mundo Simmer, mantendo todos sempre bem informados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo