ArtigosArtigos ExternosThe Sims

Série The Good Place é Basicamente um The Sims Gigante e Multi-Geracional

Semelhanças entre série e jogo acontecem até mesmo em sua trilha sonora.

O Polygon compartilhou um artigo muito interessante falando sobre as semelhanças incríveis que a série The Good Place, da NBC, tem com o nosso querido jogo The Sims. Leia abaixo a matéria!

Série The Good Place é Basicamente um The Sims Gigante e Multi-Geracional

música tema de The Good Place tem cerca de 10 segundos, mas no momento em que a ouvi, pensei na trilha sonora do The Sims – e uma rápida olhadinha nos comentários do YouTube provou que eu não estava sozinha.

Logo em seguida comecei a perceber ainda mais semelhanças: censura tosca ( a bifurcação de The Good Place e o cortejo do The Sims ); o fato da primeira temporada se passar em uma vizinhança contida e incrivelmente bonita; e a atribuição de pontos às ações (os jogos do The Sims geralmente atribuem algum tipo de valor numérico às ações que os Sims querem fazer, seja algo “bom” ou “ruim”, já no The Good Place o que muda é o valor numérico de alguém). Eu não conseguia fugir das semelhanças cada vez que assistia a um episódio: É como o The Sims! Eu ria na minha mente.

A série e o jogo ficaram ligados na minha cabeça. Não foram apenas as semelhanças estéticas que me chamaram a atenção, mas os componentes da jogabilidade do The Sims que comecei a ver aparecendo em The Good Place: a ideia de que essa vizinhança era apenas um arquivo salvo, manipulada por alguém que trabalha nos bastidores. Mesmo que eles estivessem apenas vivendo suas vidas, havia claramente algo mais acontecendo. Foi uma ideia muito vaga – até o final da primeira temporada.

[ Aviso: Este post contém grandes spoilers para as temporadas 1 a 3 de The Good Place ]

The Good Place The Sims Gigante e Multi-Geracional

No final da primeira temporada – no momento em que Michael reinicia o bairro – todas aquelas peças flutuando na minha cabeça envolvendo The Good Place e The Sims se juntaram de uma só vez. Meu pai amado, eu pensei. Isso é exatamente como no The Sims.

Quando digo que The Good Place é como se fosse o The Sims, não quero dizer que The Good Place é como a vida. Quero dizer que The Good Place é como a experiência real de se jogar The Sims – especificamente a experiência real de jogar com Sims pré-feitos. Embora um grande componente da franquia The Sims envolva jogar com personagens criados por jogadores, sempre houve sims pré-feitos, alguns dos quais continuam a reaparecer ao longo da série, embora com histórias e alterações ligeiramente diferentes para se adequar a cada geração da série The Sims.

Vamos pegar um ícone do The Sims, Laura Caixão, um dos Sims pré-feitos mais populares que provavelmente são conhecidos até por aqueles que mal jogam o jogo. No The Sims 1 , laura Caixão é casada e tem um filho. No The Sims 2 , enquanto sua família ainda está lá e mais velha, ela só aparece como NPC na misteriosa vizinhança deserta de Estranhópolis, depois de ser abduzida por alienígenas. No The Sims 3, ela é apenas uma criança. No The Sims 4, ela é casada e tem dois filhos.

Todos os jogos supostamente acontecem na mesma linha temporal (com exceção do The Sims 4), mas não necessariamente. Em cada versão do The Sims, você pode interpretar a história dela da maneira que quiser, basicamente, seguindo a trama solta que Maxis sugere ou indo por outro caminho e fazendo de Bella uma sereia que resolve mistérioIsso é especialmente verdadeiro com a progressão da história no The Sims 3, o que significa que eu nem preciso carregar a casa da família gótica para Laura realizar suas próprias coisas, seja se divorciando do marido, chegando ao topo de sua carreira, ou gerando aleatoriamente algumas roupas realmente estranhas.

Onde entra The Good Place ? Vamos começar do começo – com a primeira temporada e as duas primeiras gerações do The Sims. Assim como no The Sims 1 e 2 , The Good Place começa e uma vizinhança fechada. Com exceção das visitas a sub-bairros como o “Centro da Cidade” ou “Universidade”, os Sims nos primeiros jogos eram limitados apenas a viverem suas vidas.

Todos as vizinhanças parecem lugares idílicos, com parques, comodidades e personagens coloridos compostos pelos NPCs. O brilhantismo dos jogos do The Sims sempre incluíam dicas suaves subjacentes a um enredo abrangente que você nunca precisa seguir. Se você estiver interpretando uma das famílias pré-feitas, a história sugerida pode orientar como você deseja que os eventos se desdobrem. Vamos levar a filha adulta de Laura, Cassandra, no The Sims 2 , por exemplo, que está noiva de um garanhão (que pode ou não estar envolvido no desaparecimento de sua mãe). Posso optar para que ela se case com aquele homem, ou deixe-o pelo artista apaixonado por ela, ou apenas ignore totalmente os dois homens.

The Good Place começa colocando Eleanor em uma posição semelhante. Ela é uma Sim, e Michael está puxando suas cordas como um jogador. Ela acorda em uma vizinhança idílica, com parques, comodidades e moradores coloridos. Ela recebeu um enredo que realmente não entende, mas mesmo assim o interpreta por solicitação de Micheal. É uma versão solta de uma simulação do The Sims, embora com apenas uma diferenciação, ela não se encaixa.

The Good Place The Sims Gigante e Multi-Geracional

E então Michael reinicia o bairro.

Agora, a memória de Eleanor da jogada passada está totalmente apagada. Ela começa de novo no vizinhança. Desta vez, a história continua diferente, mas as constantes são o nosso Sim (Eleanor) e a vizinhança. É diferente de reiniciar um RPG narrativo ramificado, onde a história principal permanece mais ou menos a mesma; no The Sims, tudo pode literalmente ser qualquer coisa ou nada – e é assim que as primeiras interações rápidas da vizinhança são reiniciadas na segunda temporada do The Good Place.

Em uma versão do meu jogo no The Sims 2 que eu jogava quando era criança, Cassandra Caixão terminou com o noivo traidor e se casou com a vizinhança. Na próxima vez a casei com o garanhão. Outra vez, ela se tornou uma bruxa e preparou poções e feitiços e nunca se casou.

Em cada reinicialização sucessiva da vizinhança em The Good Place, a história se desenrola de uma maneira diferente. Ainda é a mesma Eleanor Shellstrop e a mesma vizinhança, mas desta vez sua alma gêmea é um bombeiro bonitão. Desta vez, há capuzes pretos e algum tipo de culto. Da próxima vez, haverá um obelisco flutuante vermelho brilhante.Em uma outra vez, Jason percebe que eles estão no Bad Place. Mais uma vez, Eleanor e Chidi fogem para o Medium Place e declaram seu amor um pelo outro. Michael exclui cada save e reinicia, descontente com os resultados.

É na terceira temporada em que as coisas ficam estranhas; não estamos apenas reiniciando nosso arquivo salvo aqui, estamos recebendo um jogo totalmente novo. No final da segunda temporada, o juiz e Michael decidem não apenas redefinir o tempo dos quatro humanos na vizinhança, mas redefinir totalmente seu tempo na Terra, desde o momento em que morreram, basicamente gerando uma nova linha temporal. É como mudar do The Sims 2 para The Sims 3 ou The Sims 4 – você ainda tem Laura Caixão, mas agora as configurações e as circunstâncias mudaram. Ao contrário de apenas reiniciar o arquivo salvo, desta vez os mesmos personagens estão em situações diferentes. A história ainda se desenrola, mas em vez da vizinhança confinada das primeiras gerações de jogos The Sims, agora existe um mundo inteiro para explorar.

Nesta linha do tempo, nossos quatro personagens pré-feitos (Eleanor, Chidi, Tahani e Jason) poderiam muito bem se encontrar, assim como os personagens pré-feitos que reaparecem nos jogos The Sims que tinham conexões nos jogos anteriores e poderiam muito bem nunca interagir. Mas Michael, o jogador, os quer juntos, então ele faz de tudo para “brincar” com as famílias, em vez de deixar o curso aleatório dos eventos se desenrolarem.

A quarta e última temporada de The Good Place estreou em 26 de setembro. O terceiro final da temporada estabeleceu as apostas: nossos personagens principais se encontram em uma versão da vizinhança em que se conheceram. Só que desta vez, Eleanor está na posição de jogador. Há um novo conjunto de personagens pré-feitos, assim como em cada novo jogo, mas um personagem – Chidi, com sua memória reiniciada – retorna. Jogando The Sims 2, um dos meus personagens favoritos era o bad boy Eric Malpaga, que morava em um pequenos trailers, com sua mãe solteira e seu irmão mais novo; ele aparece no The Sims 4: Rumo  a Fama, mas como um NPC, como um personagem, não posso interagir da mesma maneira, como uma celebridade da lista B que tem uma má reputação. Tão perto, mas fora de alcancE. Eu assisto o NPC Eric andando em torno de meu novo bairro – assim como Eleanor agora deve assistir a história de Chidi se desenrolar sem ela à medida que que a temporada se desenrola.

Fonte
Polygon
Tags

SimsTime

Depois de surfar uma onda de plumbobs e conversar com uma lhama no ShangSimla, este que vos fala está mais do que preparado para mantê-los informados sobre todas as novidades do mundo Simmer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar